{{}}
 
  • FBZ

5 ERROS FINANCEIROS QUE TE IMPEDEM DE CONQUISTAR A CASA PRÓPRIA

Não caia em ciladas! Veja os erros que devem ser evitados no momento de comprar a tão sonhada casa própria!


Quando decide que o momento para realizar o sonho da casa própria é agora, um dos pontos cruciais para transformar tal desejo em realidade é saber como lidar com o seu dinheiro. Assim, será possível evitar erros financeiros que deixam você mais distante do seu objetivo.

Às vezes, não basta apenas querer algo, é preciso estabelecer metas e, com elas em mente, traçar um plano de ação para alcançá-las. Por isso, você confere a seguir cinco falhas que o impedem de acumular o capital necessário para adquirir a sua casa própria.


Não ter metas e objetivos financeiros claros


Quando você não sabe onde quer chegar, fica difícil descobrir o caminho mais fácil a seguir. Com sua vida financeira não é diferente. Ao decidir que deseja acumular um certo valor para adquirir um imóvel, é possível estabelecer quanto precisará guardar e o tempo necessário para atingir esse valor.

Essa dica também é válida para quem deseja comprar um imóvel a partir de um financiamento imobiliário, visto que a maioria das instituições financeiras apenas liberam o crédito se o comprador tiver condições de quitar uma parcela do valor total de compra, que é pago como entrada.


Não saber quanto se gasta


Para conseguir ter maior controle sobre a própria vida financeira, é essencial saber como você gasta cada centavo de seu faturamento mensal. Desse modo, será possível determinar com precisão o valor destinado a itens supérfluos e a quantia a ser acumulada mensalmente.

Este hábito, em conjunto com um orçamento mensal, permitirá a você realizar um planejamento mensal mais preciso. A partir daí, você pode cortar gastos desnecessários e especificar o máximo de verba a ser usada durante o mês, com o objetivo de poupar e guardar mais dinheiro.


Descontrolar o uso do cartão de crédito


Quando bem usado, o cartão de crédito se torna uma ótima ferramenta para realizar a compra de um bem de consumo ou, até mesmo, para financiar um investimento. Entretanto, não é raro encontrar pessoas que utilizam o limite de crédito como uma extensão do orçamento pessoal.

Esse é mais um dos erros financeiros que você deve evitar. Afinal, quando não consegue pagar a totalidade da fatura, as operadoras cobram elevadas taxas de juros, que podem chegar a 395% ao ano. Para que você não entre em uma perigosa bola de neve, é fundamental ter controle do quanto poderá ser utilizado mensalmente.


Não realizar bons investimentos


Não adianta acumular uma parte considerável de seu orçamento e deixá-la parada na conta do banco. É necessário investir seu dinheiro de maneira inteligente, pois só assim o valor renderá dividendos que permitirão a você atingir objetivos e fazer a compra do imóvel.

A orientação também vale para pessoas que investem apenas na caderneta de poupança. Afinal, essa modalidade ainda é considerada uma das piores existentes em termos de rentabilidade, sem contar que existem outras formas de investimento que garantem melhores retornos e que não exigem a aplicação de altos valores.


Não ter reserva de emergência


O primeiro passo para realizar um bom planejamento financeiro é construir uma reserva financeira para possíveis emergências, que podem ser causadas por vários motivos, como uma demissão imprevista ou surgimento de gastos inesperados, seja com tratamento médico ou conserto de veículos.

Dependendo de como for a estabilidade de seu trabalho, o valor a ser acumulado nesse fundo varia. Em geral, é recomendado poupar o equivalente a seis meses da renda mensal para profissionais com muita estabilidade no emprego e até um ano da renda mensal para profissionais liberais ou autônomos.

Perceba que, para alcançar determinado objetivo, é essencial evitar erros financeiros em sua vida. Dessa maneira, você chegará rapidamente onde deseja e poderá encontrar a casa ideal.



210 visualizações0 comentário