{{}}
 
  • FBZ

BALANÇO 2020: MERCADO IMOBILIÁRIO SURPREENDE COM ALTA RECORDE

Embora a pandemia tenha freiado diversos setores, mercado imobiliário e construção civil apresentaram um crescimento recorde no Brasil

Apesar da pandemia do novo coronavírus ter afetado diversos setores, o mercado imobiliário vem crescendo de maneira positiva no Brasil. Segundo o balanço do mês de outubro da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), a retomada dos lançamentos e das vendas da incorporação após o período mais restritivo da pandemia se deu de forma heterogênea entre os diferentes segmentos residenciais.

Os financiamentos imobiliários chegaram a R$ 13,9 bilhões em outubro de 2020, um aumento de 84% em relação ao mesmo mês de 2019.

O crescimento em relação ao mês anterior foi de 7,4%. Em termos financeiros, foi renovado o recorde de financiamento imobiliário com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) em toda a série histórica, medida desde 1994.

A crescente vem desde abril deste ano, depois de uma desaceleração no início de 2020. O mercado imobiliário voltou a reaquecer com a queda da taxa básica de juros, a Selic, para o patamar de 2% ao ano.


Fatores que impulsionaram o crescimento do setor


Mesmo com a alta taxa de desemprego e do escasso acesso ao crédito, a casa própria continua sendo uma prioridade para as famílias. Além disso, durante a pandemia, houve uma maior procura por ambientes de qualidade, pela necessidade de permanecer mais tempo em casa, tendo em vista o distanciamento social.

Outro fator importante para o crescimento do setor foi o preço que se defasou muito ao longo dos últimos anos, o que leva famílias a crerem que esse é o momento para fazer bons negócios. Em outras palavras, é a qualidade de vida atrelada a um excelente investimento.

A queda da Selic, taxa básica de juros, para 2% ao ano, também foi uma das responsáveis pelo reaquecimento do mercado imobiliário, resultando no aumento no número de financiamentos. Só em outubro, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) foram financiados 45,5 mil imóveis, uma alta de 53,6% em comparação a outubro do ano passado.


Por que investir no mercado imobiliário agora?


Atualmente o mercado imobiliário é o setor mais seguro e rentável entre os investimentos, por não possuir oscilações de valor e nem riscos no caso de quebra dos bancos. Com a taxa Selic em baixa o momento é ideal para investir e economizar, isso porque com essa redução da taxa há maior acessibilidade nos financiamentos bancários.

Os imóveis também podem ser uma fonte de renda bastante atrativa quando alugados. Além disso, comprar um imóvel é um passo importante para a construção do patrimônio pessoal. É o investimento de agora que trará segurança financeira e lucros no futuro. Com base nos últimos dez anos, os imóveis tiveram valorização média de 9,4% ao ano. Quando comparado à poupança o rendimento foi 44% maior, ou seja, quem optou em investir no setor imobiliário teve ganho de 15,3% em média ao ano.

No Brasil os preços ainda estão defasados e a demanda está crescendo. Acredita-se que um novo ciclo de alta nos preços será observado nos próximos 3 ou 4 anos. Com retornos de cerca de 50% para o comprador neste período. Se comparado à atual taxa de juros, é um ganho astronômico.


Gostou desse conteúdo? Aproveite para seguir nossos perfis nas redes sociais e conferir todas as novidades em primeira mão! Estamos no Facebook, YouTube e Instagram.

39 visualizações0 comentário