Fale com a gente:

Central de Atendimento

>

Chama no WhatsApp!

Prefere uma ligação?

Clique ao lado

  • FBZ

Caixa lança linha de crédito imobiliário com taxa de juros fixa

A nova linha é válida para imóveis residenciais novos e usados e pode ser usado em até 80% do financiamento do imóvel



A Caixa Econômica Federal lançou, nesta quinta-feira (20/02/2020), uma linha de crédito de financiamento imobiliário com juros prefixados, que variam entre 8 e 9,75% ao ano.

A nova linha é valida para imóveis residenciais novos e usados e pode ser usado em até 80% do financiamento do imóvel. Quem tomar o empréstimo poderá escolher entre os sistemas de amortização SAC (Sistema de Amortização Constante), para contratos de ate 36 meses, e PRICE, até 240 meses. As contratações estarão vigentes a partir desta sexta-feira (21/02/2020).

Vale destacar que nessa nova modalidade, não há correção nem de TR (Taxa Referencial) ou IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo) como é o caso das outras duas linhas de financiamento imobiliário oferecidas pelo banco.

Durante o evento de laçamento da novo modelo de financiamento, Pedro Guimarães (atual presidente da Caixa Econômica Federal), disse ainda que a nova linha permitirá que os brasileiros tomem empréstimos por 20, 30 anos sabendo desde o primeiro dia quanto irão pagar.


Créditos para Financiamento


A Caixa explicou que a nova linha de crédito terá taxas diferenciadas a depender da quantidade de anos escolhida para que seja quitado o financiamento. A taxa mínima, por exemplo, é de 8% e será oferecida à pessoa que optar por financiar durante 10 anos. Quem assinar um contrato de 20 anos, terá uma taxa de 8,5%. Por fim, para o cliente que escolher pagar o financiamento em 30 anos, a taxa será de 9%.

Segundo a instituição financeira, para conseguir uma das três taxas, o cliente terá de atender a critérios “diferenciados”. "Para ter a taxa mínima, você precisa naturalmente ter um tempo de relacionamento um pouco maior, são fatores que consideramos. Já temos esse padrão há algum tempo. Tem que ter uma posição dentro do banco", explicou o vice-presidente da Habitação da Caixa, Jair Mahl.

O banco também definiu taxas específicas para servidores públicos e para funcionários do iniciativa privada, desde que eles já tenham conta na Caixa. Os que se encaixam no primeiro perfil terão taxas de 8,25% (10 anos), 8,75% (20 anos) e 9,25% (30 anos). Para os da segunda categoria, as taxas serão de 8,5% (10 anos), 9% (20 anos) e 9,5% (30 anos). se interessar pelo financiamento mas não quiser abrir conta na Caixa, o banco vai oferecer contrato apenas para 30 anos, com taxa fixada em 9,75%.

Mahl ainda detalhou que a nova modalidade de crédito imobiliário vai dispôr de R$ 10 bilhões e deve valer apenas para novos contratos. “Lembrando que temos carteira de R$ 460 bilhões. A (modalidade) IPCA com R$ 10 bilhões, já emprestamos R$ 6,5 bilhões, e agora estamos lançando agora também taxa fixa com R$ 10 bilhões”, destacou.

Ele também disse que clientes com financiamento corrigido pela TR em banco privado poderão migrar para a linha de taxa fixa da Caixa. Por outro lado, não será possível, pelo menos em um primeiro momento, que os clientes da própria instituição financeira façam portabilidade entre as linhas do banco, como sair de TR para taxa fixa ou de IPCA para taxa fixa.

Apesar de a prestação com uma linha de crédito de taxa fixa ser mais alta do que os demais tipos de financiamento oferecidos pela Caixa, com o decorrer do tempo há um “decréscimo natural”, no caso de o cliente escolher quitar o financiamento pelo sistema de amortização SAC. Dessa forma, o financiamento com taxa fixa pode se tornar mais vantajoso do que os por TR ou IPCA.

0 visualização
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • TikTok

Rua P, Quadra 15-A, nº 237 - Centro - Caldas Novas - GO / CEP: 75681-640
CNPJ: 10.910.929/0001-01