{{}}
 
  • FBZ

COMO AUMENTAR O SCORE DE CRÉDITO E MELHORAR A PONTUAÇÃO?

Entenda como aumentar o score do seu CPF. Com medidas simples e constantes, é possível aumentar, aos poucos, sua pontuação de crédito.

Antes de liberar qualquer tipo de crédito, seja um empréstimo ou financiamento, a maioria dos bancos e instituições financeiras avaliam o score de crédito do consumidor. Por isso, é muito importante sempre procurar aumentar o score e manter as finanças em ordem. Quer descobrir como? É só continuar a leitura!


O que é o Score?


Basicamente, o score é um indicador do seu perfil financeiro, que fica disponível para consulta por empresas e bancos. Com uma pontuação entre 0 e 1000, ele indica se você é um bom ou mau pagador. Desse modo, diversas empresas avaliam o score de uma pessoa antes de concederem crédito, como um empréstimo pessoal ou até mesmo um novo cartão de crédito. Ele funciona assim: quanto mais próxima a pontuação estiver de mil, melhor é o seu perfil financeiro e, portanto, maiores as chances de você ter um pedido de crédito aprovado. Por outro lado, quanto menor a pontuação, maiores as chances de ter um pedido de crédito negado. Ou seja, uma pontuação de 0 a 300, é considerada baixa. De 301 a 700, é considerada média. Já uma nota de 701 a 1.000, é considerada alta. Como você pode ver, é fundamental sempre buscar melhorar seu score. Afinal, todo mundo, em algum momento da vida, precisa de crédito. Seja para fazer um cartão em uma loja ou para financiar um imóvel ou veículo, essa pontuação possibilita compras e conquistas. Porém, muita gente não entende como funciona essa classificação e o que pode ajudar a aumentar a nota. Vamos mudar isso?

Como o score é calculado?

Apesar de os cálculos específicos de cada órgão de crédito serem sigilosos, existem alguns fatores que são conhecidos. As empresas especializadas coletam dados e calculam o score com base em um modelo matemático-estatístico. Essas empresas coletam dados tanto de fontes públicas quanto privadas, como bancos, lojas, concessionárias de energia elétrica e outras instituições, para conhecer o perfil de pagamento de cada consumidor. Mas o principal é que o score é um reflexo do relacionamento de cada cliente com o mercado. Desse modo, a avaliação é fruto de traços você deixa ao comprar produtos, adquirir crédito e pagar contas, por exemplo. Além disso, o sistema é autossustentável. Ou seja, ele fornece o crédito e, se você for um bom pagador, ele gera mais confiança para negociações futuras. Os dados cadastrais também são levados em conta na composição da pontuação. Por que é importante aumentar o score? Ter um score baixo pode ser prejudicial em muitas situações. Sabe aquele cartão de crédito sem anuidade ou aquela conta corrente digital sem tarifas que você não conseguiu? Pode ter relação com a sua pontuação! Isso porque, quando você é considerado um bom pagador, pode contar com condições melhores. Por exemplo, taxas de juros mais baixas, prazos de pagamentos maiores e até descontos em compras. Ainda mais, se você está pensando em fazer um investimento de alto valor, como a compra de um apartamento ou automóvel, ter um bom score é essencial. Caso contrário, terá que adiar seus objetivos ou recorrer à opções mais caras. Por outro lado, um score alto significa, aos olhos do mercado, que há mais chances de você honrar dívidas, o que facilita a tomada de crédito.

Como consultar o score?

Antes de mais nada, você precisa conhecer seu score, certo? Para consultar sua pontuação, só é preciso acessar os sites e aplicativos dos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa, SPC e Boa Vista. A consulta é gratuita e, além da pontuação, você pode conferir informações mais detalhadas sobre a nota e quais comportamentos evitar para manter uma boa saúde financeira. Para visualizar todos esses dados, só é necessário fazer um breve cadastro nos sites, informando seu CPF, nome completo e dados para contato. Além disso, a maioria dos sites também mostra se você está regularizado na Receita Federal. Outra vantagem é que você consegue ver quais são os motivos que diminuem sua pontuação e quais aumentam. Tudo pra te ajudar a manter as finanças em ordem! Hoje em dia, qualquer pessoa pode checar a própria pontuação online e ficar atenta para melhorá-la, se for preciso. Porém, não é permitido verificar o score de outras pessoas, pois a informação é sigilosa.

Como aumentar o score? Com o score baixo, as chances de você conseguir ter crédito aprovado são bem pequenas, o que pode atrapalhar os seus planos. Por isso, confira agora nossas dicas para aumentar sua pontuação.

Limpe o seu nome

Em primeiro lugar, procure deixar tudo em ordem na sua vida financeira. Se você está com dívidas em aberto, limpe o seu nome primeiro. O mesmo vale para as dívidas atrasadas. Tente negociar com os credores e pague todas elas. Assim, você aumenta as suas chances de conseguir o crédito. Você limpou seu nome recentemente e seu score ainda não subiu? Não se preocupe! Como você teve dívidas e as regularizou há pouco, precisa mostrar que seu comportamento mudou. E isso pode um tempinho. Porém, com o passar dos meses, sua pontuação irá aumentar e as empresas irão reavaliar o risco de conceder crédito para você.

Tenha contas no seu nome

É isso mesmo. Ter contas no seu nome é uma maneira de você ser notado como um consumidor e pagador, o que vai indicar para as empresas e bancos que você tem informações no seu CPF. Por isso, tente colocar contas simples, como telefone, água e energia, no seu nome.

Se possível, pague as dívidas antecipadamente

É simples: não ter dívidas futuras significa que haverá mais dinheiro sobrando nos próximos meses. Entretanto, antes de antecipar tudo, avalie com cuidado. Pode ser que ter uma reserva financeira para emergências seja mais importante no momento.

Pague suas contas e compras em dia

Se não puder antecipar, então procure não atrasar! Atrasar os pagamentos e deixar passar a data do vencimento pode prejudicar muito o seu score. Para o mercado, isso mostra que você não está cuidando das suas contas. Aqui, nossa dica é tentar colocar todas as contas no débito automático. Atualmente, a maioria das empresas já oferece essa facilidade. Dessa maneira, você não corre o risco de esquecer uma conta e ter seu nome negativado por conta de um simples descuido. Além disso, é possível alterar as datas de pagamento para não atrasar. Por exemplo, se você recebe o salário todo dia 10, mas tem um pagamento grande a ser feito todo dia 5, verifique a possibilidade de mudar a data.

Quite as dívidas em atraso

Quitar suas dívidas, empréstimos e financiamentos, também é uma forma de aumentar seu score. As dívidas sempre são um indicativo de que seu dinheiro futuro está comprometido, especialmente se elas estiverem atrasadas. Por isso, busque uma negociações ou até mesmo alternativas mais baratas. Se for preciso, busque ajuda de especialistas. Não comprometa mais de 30% da sua renda com dívidas Todos os seus dados financeiros estão vinculados ao seu CPF. Isso significa que os órgãos de crédito têm como acompanhar qual é a sua renda e qual seu percentual de dívidas. Portanto, o ideal é que suas dívidas não comprometam mais de 30% dela. Por exemplo, se a sua renda mensal é de R$ 2 mil, o melhor seria que suas dívidas representassem no máximo R$ 600.

Se inscreva no Cadastro Positivo para aumentar o score

O Cadastro Positivo ajuda a mostrar o pagamento de contas em dia e, consequentemente, a aumentar o score. Isso porque essa plataforma registra os detalhes da sua vida financeira que, se controlada, passar uma boa impressão ao mercado. Esse cadastro, aprovado no Brasil em 2011 e em vigor desde julho de 2019, permite aos órgãos de crédito utilizarem as informações do seu “currículo financeiro”. Em outras palavras, seu histórico.

Mitos sobre como aumentar o score Nós sabemos que, apesar de muito importante, o score ainda causa confusão. Para te ajudar ainda mais, separamos abaixo as respostas para as dúvidas mais frequentes e alguns dos mitos mais comuns sobre a pontuação.

Consultar muito o CPF diminui a pontuação do score?

Com toda a certeza, não. Essa é uma das duvidas mais comuns entre os brasileiros. Porém, essa informação de que consultas frequentes diminuem a nota não é verdade. Ainda mais porque não são apenas instituições financeiras que podem checar o score. Qualquer empresa que contrata os serviços de consulta do Serasa ou SPC, por exemplo, pode ter acesso a ele.

Ter uma renda alta aumenta o score?

Também não. Acredite, ter bom bom salário não significa que você terá uma boa pontuação. O que realmente é levado em conta são os seus hábitos financeiros. Agora, pagar as contas sempre em dia e evitar dívidas são práticas que podem contribuir para o aumento.

Pagar as dívidas aumenta o score na hora? Infelizmente, não. Se você já esteve com o nome negativado, pode demorar um tempinho até ter a confiança do mercado novamente. Não é possível saber exatamente quando isso irá acontecer. Mas o importante é sempre buscar regularizar a sua situação. Mesmo que demore um pouquinho, é certo que, se você pagar as dívidas, sua pontuação irá subir.

Colocar CPF na nota fiscal contribui para aumentar o score?

Não! Muita gente acredita que quanto mais vezes incluir o CPF na nota fiscal das compras realizadas, maiores as chances de aumentar a pontuação. Contudo, isso não é verdade. A inclusão do CPF na nota fiscal não está entre as informações usadas no cálculo score. Ou seja, colocar o CPF na nota no momento da compra, não afeta de maneira nenhuma a pontuação.

Ter o nome limpo é sinônimo de crédito aprovado?

De novo, não. Essa é uma pergunta feita constantemente mas é, também, um mito. O que acontece é que, mesmo com o nome limpo, pode ser que você tenha um histórico de dívidas. Mas calma, a gente te explica. Isso significa que, em algum momento, você teve contas atrasadas e, por isso, acabou sendo inserido na lista de inadimplentes. Dessa forma, mesmo que todas as dívidas tenham sido pagas, as informações podem indicar que a pessoa ainda não tem o melhor perfil para ter crédito aprovado. Mais um vez, entra em cena a importância de manter a situação financeira em dia. E então, anotou todas as nossas dicas? Conte pra gente nos comentários o que você achou do nosso post ou deixe sua dúvida!

16 visualizações0 comentário