{{}}
 
  • FBZ

CONSTRUÇÃO CIVIL E LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS PUXAM CRESCIMENTO ECONÔMICO NA PANDEMIA

Produto Interno Bruno do setor aumentou 2,1%, enquanto o do país cresceu 1,2%

Considerada uma atividade essencial pelo governo federal no início da pandemia, o mercado da construção civil conseguiu driblar os efeitos do coronavírus na economia e hoje se destaca como um dos setores mais importantes para a retomada econômica brasileira.

Com mais de um ano em pandemia, a economia brasileira registrou uma leve recuperação no Produto Interno Bruto (PIB) nos primeiros meses do ano (1,2%), após queda de cerca de 4,1% em 2020, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No entanto, o setor de construção civil apresentou um crescimento ainda maior, conforme os índices, superando a alta nacional e apresentando alta de 2,1% em relação aos últimos 3 meses do ano passado.

Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), as vendas de imóveis cresceram 27,1% se comparado ao primeiro trimestre de 2020, e é portanto, o melhor momento para investir em imóveis.

“Dois fatores provocaram o aquecimento do mercado imobiliário: a menor taxa de juros da história, logo investir em imóvel passou a ser um ótimo negócio, e a pandemia. Já que as pessoas têm passado mais tempo em casa, percebemos que elas estão em busca de espaços cada vez mais modernos e confortáveis...”, afirma Rodrigo Colares, diretor comercial da RKM.

Conforme Rodrigo, empregar dinheiro em imóvel, principalmente a uma taxa de juros baixa, é um excelente investimento. “E investir em imóveis garante uma segurança excelente também, tanto do investimento quanto do patrimônio do investidor.”


Aproveite você também essa oportunidade para realizar seu sonho!!

10 visualizações0 comentário