{{}}
 
  • BALCÃO DE NEGÓCIOS

CRÉDITO IMOBILIÁRIO AVANÇA 127% NOS PRIMEIROS 5 MESES DO ANO

Só em maio, o crédito imobiliário com recursos da poupança cresceu 144,9% e atingiu nível recorde de R$ 17,47 bilhões

Dados da Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) divulgados nesta terça-feira (29) mostram que os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) atingiram R$ 77,38 bilhões nos primeiros cinco meses desse ano. O montante corresponde a uma alta de 127% na comparação ano a ano.

Já no acumulado de 12 meses, os dados mostram que o total de financiamentos imobiliários somou R$ 167,28 bilhões, o que corresponde a um aumento de 96,5% em relação ao período imediatamente anterior.

Além disso, a Abecip explica que o resultado acumulado neste ano, foi ajudado pelas cifras registradas em maio. No mês passado, os financiamentos imobiliários atingiram R$ 17,47 bilhões, maior volume mensal registrado em um mês de maio na série histórica iniciada em 1994. O montante superou em 4,6% o referido em abril e foi 144,9% maior na comparação anual.

No mês de junho ocorreu o financiamento de 7,2 mil imóveis nas modalidades de aquisição e construção, este resultado foi 4,3% maior que o de abril e comparado a maio de 2020, observou-se alta de 194,6%.


Por que dessa alta nos financiamentos?


Embora a Selic venha aumentando nos últimos meses, isso ainda não afetou diretamente as taxas aplicadas nos financiamentos, que se encontram nos menores patamares já registrados desde o início da série histórica em 1994.

Outro fator que contribuiu para o aumento nas vendas de imóveis foi o fato das pessoas estarem mais tempo dentro de casa na pandemia. Assim, com mais tempo dentro de casa, surgiram também novas necessidades, como o home office, uma grande necessidade que agora se tornou realidade. As pessoas perceberam o quanto é importante ter um imóvel bem ventilada e iluminada, além de locais com lazer completo.

5 visualizações0 comentário