Fale com a gente:

Central de Atendimento

>

Chama no WhatsApp!

Prefere uma ligação?

Clique ao lado

  • FBZ

Fabrizio Construtora faz guia do home office em tempo de coronavírus

Muita gente se viu, de repente, tendo que trabalhar em casa, junto com as crianças e em ambiente improvisado, mas o jeito é seguir em frente e procurar se organizar.


Na luta contra o coronavírus, muitos brasileiros se viram tendo que trabalhar em casa, o chamado home office. É uma prática que cresceu nos últimos anos, só que, agora, não deu tempo de quase ninguém se preparar. Buscando melhorar o dia-dia de quem vive essa experiência, a Fabrizio Construtora e Incorporadora reúne, reúne nessa matéria, dicas de veteranos no trabalho remoto, profissionais da saúde e de carreira.


Organize seu canto


Encontre um espaço em sua casa que possa servir como escritório nas próximas semanas. Escolha um lugar que seja sempre seu canto de trabalho e, se dividir a casa com outros, fique o mais longe possível da rotina do lar. Isso ajudará a sinalizar para sua mente e para os que estão ao seu redor que, enquanto estiver neste espaço, você está trabalhando.



É preciso também pensar no conforto, tanto para a saúde como para a produtividade. Um assento confortável e um apoio para o computador (mesmo que seja improvisado com livros) são básicos.

Para quem tem filhos, vale conversar com a família e combinar algumas regras de convivência. É importante mostrar que, embora presente, você não estará disponível em alguns momentos do dia.


Vista-se


Uma das vantagens óbvias de trabalhar em casa parece ser o fim da necessidade de se vestir e arrumar para ir ao escritório. O pijama, porém, pode acabar prejudicando a nova rotina, dando a impressão de que não se está, de fato, no trabalho.



O uso de pijama vai interferir na sua autoestima, você vai se enxergar como uma pessoa menos profissional. Mantenha os hábitos que tinha quando era necessário sair de casa: tome banho no horário usual, vista-se apropriadamente, faça o café da manhã como sempre.


Estabeleça uma rotina (e alguns limites)


Ajude sua mente a entender a diferença entre estar em casa ou trabalhando. Crie um ritual para começar e terminar as funções do dia. Em geral, o que faz isso é o transporte até o trabalho. Essas ações me dizem que o dia está começando. E no fim do dia, para tirar da frente tudo o que tem a ver com trabalho, guarde tudo e organize o ambiente

Defina, em conversa com seus gestores, um expediente, para que tenha um horário para iniciar e terminar suas funções todos os dias. Isso também ajudará a demarcar as fronteiras entre trabalho e descanso.


Organize seu dia


Comece o dia organizando uma lista de afazeres. Utilize a matriz de Eisenhower — uma conhecida ferramenta de produtividade — para organizar suas prioridades. Ela consiste em dividir o que precisa fazer em quatro grupos:


- Urgente e importante

- Importante, mas não urgente

- Nem importante nem urgente

- Urgente, mas não importante


O modelo sugere as seguintes ações:


- Faça imediatamente o que é urgente e importante

- Programe-se para fazer o que é importante, mas não é urgente

- Postergue o que não é importante nem urgente

- Delegue o que é urgente, mas não é importante


Quando fizer uma de suas tarefas, risque-a de sua lista.


Faça pausas


No escritório, pausas ao longo do dia acontecem de forma natural. Coisas como sair para almoçar com os colegas, pegar um café ou fazer uma pausa para comer uma fruta nos ajudam a sair temporariamente da frente do computador.



Em casa, porém, os estímulos externos à pausa cessam. Por isso, é preciso organizar-se para fazer pequenos intervalos ao longo do dia — além de separar uma hora para o almoço ou jantar.

Nosso cérebro precisa de uma pausa em média a cada 50 minutos de trabalho. Faça, então, um intervalo de 10 minutos a cada hora. O tempo pode ser usado, por exemplo, para fazer um café e comer algo, para se alongar ou caminhar um pouco dentro de casa.


Fuja das distrações


Esses intervalos também podem ser usados para utilizar o celular, responder a mensagens no WhatsApp ou acessar redes sociais, o que deve ser evitado durante o horário de trabalho. A tendência é que, conforme a solidão aumenta, as pessoas passem a recorrer cada vez mais às ferramentas de comunicação virtual. E se você quebrar o se fluxo de trabalho não vai ser produtivo, vai levar cinco vezes mais tempo para fazer o seu trabalho


Fique atento às emoções


É preciso lembrar ainda que a ansiedade e o estresse aumentam em tempos de incertezas. Diante de todas as notícias sobre a pandemia, é importante aceitar essas emoções. Quando pensamos numa ameaça futura, tendemos a nos concentrar nas partes boas, tendemos a ser otimista. Mas haverá momentos em que nos sentiremos sozinhos, ou ansiosos.

1 visualização
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • TikTok

Rua P, Quadra 15-A, nº 237 - Centro - Caldas Novas - GO / CEP: 75681-640
CNPJ: 10.910.929/0001-01