Fale com a gente:

Central de Atendimento

>

Chama no WhatsApp!

Prefere uma ligação?

Clique ao lado

  • FBZ

Independência financeira: entenda por que e como conquistar?

Que tal conquistar a sua independência financeira e realizar os seus sonhos?

Quando se fala de independência financeira, o que vemos com mais frequência são “especialistas” dizendo que você precisa acumular dinheiro suficiente para investir e viver de rendimentos.

O problema dessa idéia é que, para muitas pessoas, parece um objetivo muito distante, ou até mesmo impossível de alcançar – e isso desmotiva, causa desânimo e frustração.

Para te ajudar a fazer isso da forma certa, trouxemos hoje algumas dicas úteis, que você pode colocar em prática agora para caminhar com firmeza em direção à sua liberdade financeira. Boa leitura!


Defina metas


“Se você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve.” – A sabedoria é do livro infantil Alice no País das Maravilhas, mas muitos adultos parecem não se lembrar desse simples (e óbvio) ensinamento.

Não passe pela vida vagando sem rumo definido, faça planos! Mesmo que eles não se concretizem, mesmo que eles mudem. Saber aonde quer chegar é importante para direcionar seus esforços no sentido certo.

Se os planos de longo prazo parecem muito distantes e os valores muito altos, comece pelos mais fáceis. Onde você quer passar férias no ano que vem? Quanto vai precisar para a festa de casamento? Qual carro gostaria de comprar? Quanto precisa para dar entrada no imóvel dos sonhos?


Gaste menos e ganhe mais


Se hoje você vive no ciclo curto do dinheiro, no qual o salário só dá para pagar as despesas do mês, existem duas formas de conseguir quebrar esse ciclo e começar a viver com menos do que você ganha: você pode gastar menos ou ganhar mais.

Gastar menos não é aquela coisa de “cortar o cafezinho para juntar um milhão”. A melhor forma de gastar menos é priorizar. Primeiro os gastos de sobrevivência. Aqueles necessários para morar, comer e trabalhar. Depois, os gastos que são importantes para você. E, por último, os supérfluos. Priorizando, vai ficar fácil entender e decidir o que cabe e o que não cabe no seu planejamento financeiro pessoal.

Ganhar mais exige que você busque uma promoção ou adote uma atividade que gere renda extra.

Se o seu objetivo for um aumento de salário, pense: O que você precisa fazer para ser promovido? Quais são as habilidades necessárias? Como você agrega valor para a empresa? Faça uma lista se preferir, visualize onde precisa chegar e elabore um plano de desenvolvimento pessoal para correr atrás dos seus objetivos.


Invista


Investir não deve ser visto como uma forma de ganhar mais dinheiro, mas sim como uma maneira mais eficiente de acumular dinheiro.

Por isso, não fique enrolando. Mesmo que ainda não tenha objetivos ou metas, comece a guardar dinheiro e já vá investindo um pedaço do seu salário todos os meses. Algumas dizem que o salário não dá nem para as contas do mês, que não sobra nada, é o seu caso?

Se sim, pense o seguinte: se o seu salário fosse 5% menor do que é hoje, você conseguiria sobreviver? Certamente conseguiria! Você daria um jeito e seguiria vivendo. Então, que tal dar esse jeito agora e já começar a investir 5% do seu salário todos os meses? Mesmo não sendo muito, você começa a criar um hábito que vai mudar para melhor a sua relação com o dinheiro.


Evite o efeito sanfona


Para algumas pessoas, é difícil ver dinheiro “parado na conta”. Ao consultar o extrato bancário e ver um saldo maior que o normal, já sentem aquela sensação de riqueza e querem logo gastar. Muitas vezes, acabam gastando com bobagens. Duas coisas podem ajudar nessas horas.

Uma delas é simplesmente pensar com calma, refletir antes de gastar. Confrontar o desejo de gastar hoje versus as prioridades e planos que você tinha traçado para esse dinheiro.

A outra dica é tirar o dinheiro do banco onde você tem a conta corrente. Pode ser enviando para um fundo de investimentos ou abrindo conta em uma corretora para investir melhor. Ao fazer isso, você cria um passo intermediário necessário antes de gastar: precisa resgatar os investimentos e mandar o dinheiro de volta para o banco.

Esse “trabalho a mais” vai te obrigar a fazer uma pausa para reflexão e tomar sua decisão de forma mais consciente.


Diversifique seus investimentos


Combinar diferentes tipos de alocação de ativos em sua carteira de investimentos é a melhor forma de aumentar a sua rentabilidade no longo prazo e, ao mesmo tempo, se proteger contra riscos imprevisíveis que podem afetar um ou outro investimento, de surpresa. Assim, a diversificação aumenta as suas chances de alcançar um melhor resultado no longo prazo.


Conclusão


Como vimos o alcance da independência financeira é algo gradual, que você pode ir conquistando aos poucos. Em pouco tempo, é possível se tornar cada vez mais independente, se você for capaz de criar bons hábitos.

Esperamos que elas sejam úteis para você alcançar a sua independência financeira, qualquer que seja o significado dessa independência para você. Seja a aquisição de um bem, a viagem dos sonhos, um investimento na carreira ou uma aposentadoria tranquila.


Gostou do artigo? Aproveite para seguir nossos perfis nas redes sociais e conferir todas as novidades em primeira mão! Estamos no FacebookYouTube e Instagram.

25 visualizações
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • TikTok

Rua P, Quadra 15-A, nº 237 - Centro - Caldas Novas - GO / CEP: 75681-640
CNPJ: 10.910.929/0001-01